Mentoria de negócios
Seja flexível com a flexibilidade no trabalho

👉👉👉 Links (muito) úteis:👈👈👈

Inscreva-se no site para receber dicas por e-mail (grátis)

Inscreva-se no grupo de Whatsapp para receber vídeos de gestão e negócios direto no cel (grátis)

Curso: COMO ATRAIR MAIS CLIENTES (grátis)

Conheça a Sala VIP de Negócios (assinatura)

Siga-me no Youtube

Siga-me no Facebook

Siga-me no Instagram

Siga-me no LinkedIn

Siga-me no Twitter

Flexibilidade no trabalho, significa coisas diferentes para cada um.

Uns precisam sair cedo para pegar seus filhos, enquanto outros querem trabalhar remotamente às sextas-feiras, por exemplo.

O problema é que muitos gestores acham que o “direito” a essa flexibilidade precisa ser conquistado pelo funcionário… mas isso é um erro.

A maioria dos gestores que eu conheço acha que o funcionário precisa conquistar a sua confiança antes de ganhar autonomia para decidir se trabalha em casa ou se compensa uma falta, por exemplo.

Em alguns casos, a flexibilidade até está institucionalizada na empresa, mas ainda depende do aval dos chefes para funcionar.

O problema é que é difícil provar que não vai usar a tal flexibilidade para tirar umas mini-férias, quando quer trabalhar em casa justamente naquela sexta-feira depois de feriado.

Mas isso é pensar nas migalhas.

Afinal, o que você quer são resultados, não horas trabalhadas.

Se o cara decidir tirar o feriadão para descansar, mas entregar tudo o que precisa e produzir acima da média… por que não?

Tem gente que trabalha até com hora-extra e não entrega tanto quanto outros que chegam tarde e saem cedo…

Por isso, se você quiser criar uma cultura de trabalho flexível no seu negócio, precisa evitar as abordagens de tamanho único.

Uma alternativa que eu tenho usado cada vez com mais frequência é desenvolver as regras em conjunto com o time.

Em vez de ditar as políticas de forma arbitrária, converse com a sua equipe e tente definir uma metodologia que alinhe os interesses de todo mundo.

Defina as diretrizes em conjunto, estabeleça parâmetros de avaliação e depois deixe que usem essa flexibilidade com autonomia.

Se você achar que alguém está abusando, chama para uma conversa ou tira do time, mas pela minha experiência, esses serão casos raros e amplamente compensados pelos benefícios que você vai ter com os demais.

A maioria, você vai ver, tende a usar a flexibilidade para produzir mais e melhor.

Eu preparei um resumo da política de horário flexível que usamos aqui na Nasajon, caso você queira usar como modelo.

Para fazer o download, basta clicar aqui.

Até a próxima!