Mentoria de negócios
Ante um mau comportamento, reaja!

A maioria das pessoas evita confrontos e por isso prefere ignorar maus comportamentos de colegas no trabalho. Isso é um problema porque a omissão, nesses casos, acaba fortalecendo essa atitude ruim.

Em suma: perceber um mau comportamento e não fazer nada é tanto ou mais prejudicial do que a própria ação porque acaba criando uma cultura que favorece essas atitudes.

Veja se concorda comigo: não são as políticas da empresa que constróem o ambiente de trabalho – são as pessoas.

Se a gente se mexer logo no início, se as pessoas perceberem que há reação a uma atitude inadequada, tendem a parar porque elas não gostam do confronto, tanto quanto você.

Por isso, quando você estiver ante uma atitude que pode potencialmente prejudicar o seu ambiente, ao perceber uma forma inadequada de tratar alguém, ou de descartar o lixo ou até de dirigir, por exemplo, é sua responsabilidade fazer alguma coisa.

Outro dia eu estava na Van do meu condomínio e quando o motorista furou fila entrando pela lateral num cruzamento eu reclamei.

“Você está dirigindo um veículo que tem a marca do condomínio, Fulano” disse eu ao motorista, “e os dois ou três minutos que você economizou nesta manobra não justificam os xingamentos que prejudicam a marca. Por favor, não faça mais isso”.

Falei.

E nunca mais ele fez, pelo menos comigo dentro da Van.

O segredo aqui é não esperar que os outros ajam, porque os outros podem estar esperando exatamente a mesma coisa e acaba ninguém fazendo nada, o que fortalece ainda mais aquela atitude ruim.

Às vezes basta um simples comentário para mostrar que você não está confortável com o mau comportamento, como eu fiz com o motorista da van.

E às vezes não.

Há casos em que pode ser necessário agir em grupo ou até levar o assunto para a chefia.

Só não pode se omitir.

Nas empresas, um canal para ouvir esse tipo de reclamação e facilitar que os clientes, funcionários e até fornecedores tenham uma forma de denunciar maus comportamentos, é a ouvidoria.

No caso da minha empresa, por exemplo, a gente publica o e-mail e o telefone de todos os gestores, inclusive eu, na área de clientes.

Em outras palavras: qualquer um pode mandar um e-mail ou ligar para mim e fazer uma denúncia.

Além disso temos formulários para envio de mensagens anônimas e até pouco tempo atrás até urnas físicas para os que tinham receio de ser rastreados pelo IP.

Uma ferramenta útil para isso é o portal de atendimento, um módulo do nosso sistema ERP que permite a comunicação de várias formas e serve também para esse tipo de mensagem.

Se quiser conhecer, sem compromisso, mande uma mensagem aqui indicando seu nome, telefone e o melhor horário para contato. Pedirei a alguém do meu time para agendar uma demonstração.