Gestão & Negócios

Até que ponto confiar no instinto?

Sempre que vou tomar uma decisão importante, me pergunto até que ponto devo confiar no meu instinto ou coletar mais informações antes de agir. 

Nesses casos considero sempre dois fatores.

O primeira é se mais dados podem realmente me ajudar a escolher a opção certa. 

Quando tenho uma nova ideia de produto, por exemplo, poderia fazer pesquisas de mercado e avaliar ofertas dos concorrentes, mas isso não garante o sucesso ou fracasso do lançamento. Então confio no meu intestino. 

O segundo fator é o contexto do problema. Se existirem modelos de sucesso para esse tipo de decisão, provavelmente é uma boa ideia usá-los. 

E falando em modelos de sucesso, em maio vou levar alguns empresários para uma Missão de Negócios em Portugal. 

Vamos conhecer empresas, falar com especialistas e construir conexões para explorar oportunidades. 

Para mais detalhes sobre a missão de negócios em Portugal, clique aqui.

Comentários

comentários

CAFÉ DE NEGÓCIOS

Venha trocar ideias sobre desafios e oportunidades de negócios, AO VIVO, de 7 a 10 de abril, às 9h. Café de Negcios

 

CONVERSA EMPRESARIAL

Toda quarta-feira, às 21h, assista gratuitamente a uma aula sobre estratégias de gestão empresarial - AO VIVO.

Conversa Empresarial

Seminário gratuito

Siga-me no YouTube

Pílulas de gestão

Para receber gratuitamente, por e-mail, vídeos, artigos e dicas sobre negócios, preencha os dados a seguir.

Sou contra SPAM! Seus dados estão seguros comigo.

Podcast “Gestão Empresarial” no iTunes

Siga-me no Facebook