Gestão & Negócios

Considere o valor do produto na hora de formar o preço

Você sabia que além de seguir o mercado, tem outro jeito de definir bem o preço do seu produto? Sabe como? Testando.

O preço do produto vai além do valor da matéria-prima somada à mão de obra e aos impostos. Na verdade, o preço também depende de fatores psicológicos, itens como marca, atendimento, localização… Um mesmo produto disponível à noite, quando todos os outros fornecedores estão fechados, pode valer mais pelo simples fato de a loja estar aberta à noite.

Da mesma forma, duas blusas quase idênticas podem ter uma diferença grande de preço simplesmente porque uma delas tem a marca de uma grife.

Por isso, quando precificar o seu produto, pense não só no custo da mercadoria, mas principalmente nos valores agregados que ele tiver.

Esses dias eu li sobre a pipoca da Berco’s Billion Popcorn, que é salpicada com ouro 23 quilates comestível e com sal Laeso, que é simplesmente o mais raro e caro do mundo. Um quilo de pipoca custa 190 reais. E agora eu pergunto: acham mesmo que essa pipoca é a mais gostosa do mundo?

Não sei, não comi, acho pouco provável, mas certamente por ser a mais cara, dá status – e tem muita gente que compra só pra se sentir especial. Entende como funciona?

 

Ouça esta dica!

[podcast]http://www.claudionasajon.com.br/wp-content/uploads/2011/12/14.12.11-Preço-Produto1.mp3[/podcast]

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Grupo de Telegram

Inscreva-se no canal de Telegram e receba alertas sobre lives, webinários e análises diárias sobre oportunidades para tornar a sua empresa "vendável".

Grupo de Telegram

Siga-me no YouTube



Siga-me no Facebook

Podcast “Empresa Vendável”

LINKS EMPRESA VENDÁVEL

Clique aqui e veja todos os links num s lugar.