Mentoria de negócios
Crie atrativos para identificar clientes potenciais

👉👉👉 Links (muito) úteis:👈👈👈

Inscreva-se no site para receber dicas por e-mail

Inscreva-se no grupo de Whatsapp para receber vídeos de gestão e negócios direto no cel

Curso: COMO ATRAIR MAIS CLIENTES

Conheça a Sala VIP de Negócios (assinatura)

Siga-me no Youtube

Siga-me no Facebook

Siga-me no Instagram

Siga-me no LinkedIn

Siga-me no Twitter

Uma forma de identificar os seus clientes potenciais é oferecer algum atrativo para que eles se identifiquem, mesmo que não queiram comprar nesse momento.

A lógica é a seguinte:

Se você fizer uma campanha qualquer para divulgar o seu produto ou serviço, apenas as pessoas que estejam pensando em comprar aquilo nesse exato momento é que vão se interessar.

São poucas as pessoas que guardam o telefone do dentista quando não estão com dor de dente.

Isso vale para mecânicos, marceneiros, coaches e quase qualquer categoria profissional.

Só que a pessoa pode não ter dor de dente agora e aparecer uma cárie na semana que vem.

Mas aí, se o dentista não repetir a campanha, o cliente não tem como chegar nele.

Conclusão – usando a estratégia de anunciar para vender, a empresa fica refém das campanhas porque apenas atrai os clientes que precisam daquele produto ou serviço naquele exato momento.

Mas existe outra alternativa, um pouco mais lenta, mas muito mais eficaz, que é usar o marketing de relacionamento.

Nesse tipo de marketing, em vez de fazer campanhas para vender o produto, a empresa identifica os interesses da sua audiência e oferece alguma coisa em troca dos dados de contato.

O objetivo é identificar os clientes potenciais para construir uma base de relacionamento com eles.

Uma forma de fazer isso, por exemplo, é oferecer guias de melhores práticas, ebooks, infográficos e até cursos gratuitos, em troca do e-mail ou do telefone do interessado.

Quem se interessa pelo tema vai aparecer no radar, mesmo que não queira comprar agora.

Seria o caso de, em vez de fazer um anúncio do tipo “curo a sua dor de dente” que só atinge a quem tem dor de dente naquele momento, fazer uma campanha para distribuir gratuitamente o guia de “como manter os dentes saudáveis escolhendo a pasta de dentes adequada ao seu tipo sanguíneo”, por exemplo.

No segundo caso, as pessoas que se interessam em manter a dentição saudável deixam o e-mail em troca do guia.

Daí, a empresa passa a se relacionar com essas pessoas enviando notícias relevantes de vez em quando, convidando para eventos e outros tipos de interação que façam com que a pessoa tenha a marca na mente.

Dessa forma, se e quando o cliente precisar daquilo, será mais ou menos natural que faça contato, sem que seja necessário fazer propaganda do produto ou do serviço para isso.

O segredo dessa estratégia é entender o seu público-alvo, seu cliente ideal. Quais são os seus interesses, e elaborar peças que estejam alinhadas com eles para atraí-los.

Eu explico em detalhes como fazer isso no curso “como atrair mais clientes”.

Se quiser participar, basta inscrever-se aqui.

Até a próxima!

Claudio Nasajon