Mentoria de negócios
Sua ocupação é o que você faz e para quem

👉👉👉 Links (muito) úteis:👈👈👈

Inscreva-se no site para receber dicas por e-mail

Inscreva-se no grupo de Whatsapp para receber vídeos de gestão e negócios direto no cel

Curso: COMO ATRAIR MAIS CLIENTES

Conheça a Sala VIP de Negócios (assinatura)

Siga-me no Youtube

Siga-me no Facebook

Siga-me no Instagram

Siga-me no LinkedIn

Siga-me no Twitter

Para atrair os clientes certos para o seu negócio, você precisa deixar claro o que pode oferecer a eles.

Eu tenho um amigo que vende seguros de vida, mas quando alguém perguntava o que ele faz, a resposta era “eu sou consultor financeiro”.

Consultoria financeira parece mais bonitinho do que “vender seguros de vida”, mas não é tão claro.

Consultoria financeira pode ser um montão de coisas.

Pode significar ajudar empresas a pagar menos impostos, ou ajudar pessoas a investir na bolsa.

Acho que a única coisa que ninguém imagina é que consultoria financeira seja indicar o seguro de vida mais adequado para cada família.

Por isso, uma das peças mais importantes de qualquer negócio, seja ele uma quitanda de frutas orgânicas ou um consultório médico, é a missão empresarial.

Definir a missão não é tarefa fácil.

Você precisa dizer numa frase o que a sua empresa faz, para quem faz e o que essas pessoas ganham com isso.

Uma boa missão tem um sentido de propósito que inspira, alinha interesses e gera uma sensação de parceria, tanto para clientes quanto para colaboradores.

A figura que eu faço quando penso na missão empresarial é a de um barco a remo com meia dúzia de remadores.

A missão é o que faz com que todos remem na mesma direção e com a mesma sintonia.

Óbvio que você pode viver uma vida inteira sem ter uma missão com essas características, mas o barco navega mais devagar, aos trancos e nem sempre na direção que desejamos.

Eu demorei para entender isso e aprendi da pior forma.

Houve épocas em que meu comercial queria vender, mesmo ao custo de sacrificar a margem.

O financeiro, por outro lado, preferia priorizar os clientes mais rentáveis.

E o suporte preferia não vender, porque cada novo cliente representava trabalho extra para todos.

Até que alinhamos todos os setores e hoje todos sabemos para onde queremos ir, e a que velocidade podemos chegar.

Todos juntos, na mesma direção.

Quando a gente estuda as empresas de sucesso, percebe que elas têm em comum a orientação dada por uma boa missão, um propósito comum que permeia toda a organização.

Eu abordo esse assunto e mostro em detalhes como estabelecer uma boa missão empresarial, no curso “como atrair mais clientes”.

Se quiser participar, basta inscrever-se aqui.

Até a próxima!

Claudio Nasajon